BLOG

Conheça a Cinemateca, um espaço dedicado ao cinema em Curitiba

Conheça Curitiba

Quando foi criada pelo escritor e cineasta Valêncio Xavier, em 23 de abril de 1975, a Cinemateca de Curitiba buscava ser um espaço de convivência para os amantes do cinema. Hoje, abriga duas salas de exibição, biblioteca, exposição de equipamentos históricos e um núcleo de produção que oferece um curso de cinema de 180 horas.

A ideia de Curitiba abrigar um espaço público dedicado ao cinema surgiu após o retorno de Valêncio Xavier de uma temporada em Paris, onde foi frequentador assíduo da Cinemateca local. Vinte e três anos após a inauguração, a Cinemateca passou a ocupar um prédio histórico de 1,2 mil metros quadrados, localizado na Rua Presidente Carlos Cavalcanti, no São Francisco, onde fica até hoje – e oferece sessões diárias de filmes de fora do grande circuito em dois horários. O espaço também abriga mostras – a maioria em parceria com institutos e universidades – e exibições de filmes do acervo que conta com mais de 2.700 filmes.

Cinemateca

Exposição permanente e espaço de pesquisa

A visita à Cinemateca é a oportunidade para ver uma exposição permanente de equipamentos cinematográficos antigos. No acervo, objetos de muito antes dos multiplex de shopping centers, de quando produzir e ir ao cinema era uma experiência bem diferente. Entre os objetos em exposição, câmeras, projetores e muitos cartazes de filmes antigos. O local também conta com a Biblioteca Arnaldo Fontana, que está sendo reorganizada e abriga material de pesquisa sobre centenas de produções cinematográficas locais – e aceita doações de materiais de filmes produzidos no estado.

Oportunidade para aprender a fazer um filme

A Cinemateca abre, de tempos em tempos, um curso prático de cinema, realizado pelo Núcleo de Produção da Cinemateca, em que é possível aprender a fazer um filme do início ao fim. Quem cuida do curso é o coordenador do espaço, o cineasta Marcos Saboia, em parceria com o diretor e roteirista Nivaldo Lopes.

Atualmente, há uma turma de bombeiros passando por essa formação. “Toda vez que abre edital, temos quinhentas, seiscentas pessoas interessadas”, conta Saboia. As turmas têm 30 vagas e um currículo de 180 horas, distribuído em aulas durante sábados e domingos inteiros. “A gente faz por amor à arte. E a cada turma, quatro ou cinco pessoas continuam trabalhando com cinema”, revela Saboia. No momento não há vagas para o curso, mas quando é aberto, o edital fica disponível no site da Fundação Cultural de Curitiba.

Para assistir filmes e para pensar

A Cinemateca oferece duas sessões diárias de cinema todos os dias da semana, exceto às segundas-feiras. Em cartaz, filmes brasileiros de distribuidoras, locais e os estrangeiros que chegam em parceria com institutos de ensino, como a Aliança Francesa. Os ingressos para as sessões pagas custam sempre R$ 10 e R$ 5 (meia-entrada), mas também há a programação gratuita, como o Cine Debate.

Você pode exibir seu filme na Cinemateca

A Cinemateca de Curitiba também é um espaço para exibição da produção de cinema feita aqui. Quem tem um filme e quer exibi-lo no cinema, pode solicitar na administração do espaço. O serviço não é cobrado.

 

Data: 10/09/2018

Fonte: Gazeta do Povo

Veja Também