BLOG

3º Festival Ordem do Samba em Curitiba terá Marquinhos Diniz

Eventos Culturais

Curitiba recebe o 3º Festival Ordem do Samba no dia 25 de agosto, a partir das 15h no Basement Cultural. Com 12 horas de música, a novidade do evento é a programação aberta ao público e outra para quem adquirir o ingresso a R$20,00.

A programação gratuita tem início com o Siri Bloco, na Praça do Gaúcho. O bloco pré-carnavalesco fundado em 2018 será responsável por levar o público até a área externa do Basement Cultural onde ocorrem os shows de Maria Navalha, Pretinhosidade e a estreia do projeto Samba de Todos Os Tempos com os músicos, Luciane Merlin, Elias Fernandes, Otto Lenon e Diego Dantas.

Em seguida, a partir das 21h, o Festival Ordem do Samba apresenta o show inédito do cantor e compositor, Marquinhos Diniz, bamba consagrado por ter suas canções gravadas por artistas como Zeca Pagodinho, Bezerra da Silva, Almir Guineto, Dudu Nobre, entre tantas outras personalidades do cenário. O filho caçula do mestre Monarco da Portela apresenta as canções do álbum “Meu Samba” e do recém DVD e CD, “Família Diniz – Um Coração Azul e Branco”.

A noite conta ainda com o show do grupo Brejeiras, formado por Jô Nunes, Beatriz Schneider, Fernanda Fausto e Gisele Fontoura. Formado em 2016 e conhecidas pelas interpretações clássicas e contemporâneas do choro e samba, atualmente elas se apresentam com o evento semanal chamado Roda das Minas e com o show Ave, Clara! em homenagem a Clara Nunes.

Outro grupo do cenário, o Bloco Santa Clara formado por alguns dos principais bambas da atual geração de Curitiba, com Panelão, Xapoca, Jack Faryniuk e Arthur F. Cipriani também integram o lineup.

Sobre o Festival Ordem do Samba em Curitiba

Idealizado pelo produtor cultural, Álvaro Rocha o projeto “Ordem do Samba” teve início no primeiro semestre de 2018, com o intuito de apresentar as vertentes sonoras do atual cenário da música brasileira. E ainda, fomentar os artistas, grupos e bandas de Curitiba que tem se destacado no reduto musical em todo o Brasil. Em cada edição, o evento proporciona novas experiências e formatos diferentes.

A primeira ocorreu no mês de março alusivo à celebração do “Dia da Mulher” com as apresentações dos grupos liderados por mulheres, sendo elas, Samba de Saia, Samba Caboclo e Quebrada.

Na segunda edição, em junho, o evento ocorreu durante dois dias, com a “Noite do Samba” e “Noite  do Balanço”. Pela primeira vez, Curitiba recebeu o show da cantora mineira, Sandra Portella indicada recentemente na categoria de melhor cantora no 29º Prêmio da Música Brasileira, na categoria samba.

Do cenário de São Paulo, os artistas que atuam em bandas como As Bahias e a Cozinha Mineira, Electric Hendrix Tribute, Chaiss entre outras, o projeto Meu Preto da Capadócia foi apresentado pela primeira vez em Curitiba.

Houve ainda os shows com o cantor, compositor e cavaquinhista, Diego Dantas, a cantora, Luciane Merlin e o violonista Elias Fernandes. Os artistas foram acompanhados pelos músicos, Jonas Lopes, Ricardo Salmazo, Arthur Cipriani, Luiz Ivanqui, Luis Rolim e Renan Bragatto. A Rádio Cultura de Curitiba apresentou o Acervo Cultura com discotecagem do pesquisador Thiago Mello e a apresentação da banda Bigode Groove.

Para informações sobre ingressos e valor, acesse a Agenda de Eventos do Curta Curitiba.

Data: 21/08/2018
Fonte: Escritório de Criação