BLOG

Visita guiada ao Cemitério Municipal tem agenda para segundo semestre

Passeios e atrativos

Desde sua implantação em 2017, por meio de uma parceria entre a Fundação Cultural de Curitiba (FCC) e a Secretaria Municipal do Meio Ambiente, as Visitas Guiadas ao Cemitério Municipal já contemplaram um público de 4 mil pessoas. Realizadas mensalmente, só no primeiro semestre deste ano foram 1.800 inscritos para as visitas.

Coordenada pela pesquisadora cemiterial Clarissa Grassi, da equipe da Casa da Memória, unidade da FCC, as visitas guiadas são uma atividade de educação patrimonial gratuita e tem como objetivo mostrar o primeiro cemitério de Curitiba como parte do patrimônio da cidade, revelando-o como um grande repositório de trajetórias que conformaram a história da capital e do Estado do Paraná.

Dividida entre as modalidades padrão, temática e noturna, a incursão, que promove um resgate da história e da memória de personalidades e anônimos sepultados no local, aborda temas como história, arquitetura, geologia e arte em visitas com três horas de duração.

Visita Guiada - foto Edgard Marques

Para a pesquisadora Clarissa, as visitas são uma forma de se conhecer o passado de Curitiba de um jeito diferente – do fim para o começo – partindo do local onde personalidades foram sepultadas para explorar suas trajetórias e a forma como foram eternizadas em seus túmulos. “É um modo de desmistificar o espaço do cemitério, mostrando toda sua potencialidade como patrimônio e sua capacidade de reverberar e miniaturizar a história da cidade”, diz a pesquisadora.

O programa, para muitos inusitado, tem despertado a atenção dos mais variados públicos, incluindo crianças e turistas. Como é o caso do assistente de marketing, Alex da Silva, do Rio de Janeiro. Ele já participou da visita anos atrás, quando era feita de forma voluntária por Clarissa, e como estava de volta à capital paranaense, aproveitou para participar novamente da visita, desta vez com a temática sobre artistas visuais, ocorrida no último dia 11 de agosto. “Eu acho bem interessante esse programa. Além de conhecer a arquitetura do local, a gente conhece um pouco da história por meio das histórias das pessoas. A Clarissa tem uma didática muito boa e dessa vez pude aprender um pouco sobre os artistas de Curitiba e do Paraná”, destacou.

Além das visitas, o Cemitério Municipal tem despertado o interesse no universo acadêmico. O estudante de Arquitetura e Urbanismo Victor Hugo de Filippis e seus colegas de turma estão escrevendo um artigo de iniciação científica sobre a tipologia do cemitério.

Modalidades de visitas

A Visita Guiada Padrão ocorre geralmente no último sábado de cada mês. É uma visita em que são abordados diversos tópicos de forma mais generalizada: arquitetura, geologia, personalidades, além das várias simbologias na arte tumular.

Relacionada a datas comemorativas ou assuntos específicos a Visita Guiada Temática acontece uma vez ao mês, com um trajeto diferenciado, focado apenas no tema escolhido, como por exemplo mulheres pioneiras, personalidades negras, futebol, entre outros. São trajetórias relembradas e ressignificadas em suas contribuições para a cidade.

Já as Visitas Guiadas Noturnas são realizadas durante três noites seguidas, geralmente em época de lua cheia, e os visitantes têm a oportunidade de conhecer o Cemitério Municipal sob um enfoque diferente: a noite, usando lanternas.

 

A agenda de visitas do segundo semestre e informações sobre inscrições, estão disponíveis na parte Roteiros no Guia do Curta Curitiba.

Cemitério Municipal São Francisco de Paula