BLOG

Maratona de revezamento inédita acontece em Curitiba em outubro

Esportivo

Os tão sonhados 42 quilômetros de uma maratona estão ao alcance de qualquer atleta e mais divertidos que nunca. Curitiba recebe em outubro o Fast Team Marathon, uma maratona inédita para quem ama corrida de rua.

Os corredores podem optar por se inscrever em três categorias, “Categoria FAST”, cujo tempo máximo de conclusão é de 2h44 para eles e 3h10 para elas, “Categoria SPRINT”, com tempo de conclusão de 3h05 para eles e 3h15 para elas. Há, ainda, a “Categoria FUN”, cujo tempo limite de conclusão é de até 4h30, uma proposta mais acessível para todos os públicos. As categorias FAST e SPRINT são exclusivas para grupos de 3 ou 6 integrantes, a Categoria FUN pode ser preenchida por grupos de 3, 6 e 12 participantes – A premiação da prova irá seguir a mesma lógica, os pódios serão premiados por categoria e número de integrantes.

Maratona inédita Curitiba

“Essa é uma prova para estimular a integração, amizade e claro, a capacidade de cada equipe em formular uma estratégia inteligente para superar o desafio. Os próprios atletas deverão planejar os tempos de cada integrante, a ordem de saída para as voltas e a categoria em que deseja competir. Por ser uma volta curta –  de 3,5km – quase que integralmente plana, acredito que veremos muitos recordes pessoais sendo quebrados nas pistas da Fast Team Marathon. Por isso a campanha: Sua equipe, suas regras, seus recordes”, destaca Arthur Trauczynski, diretor de negócios da Global Vita Sports, organizadora do evento em parceria com a Associação Pro Correr.

Fast Team Marathon 2018

Quando: domingo, 14 de outubro de 2018

Onde: Av. Dário Lopes dos Santos, 500 – Rebouças  – Curitiba -PR – em frente ao Estádio Durival Britto e Silva – a Vila Capanema.

Largada: 7 horas

Distância: 42km (Aprox. 12 voltas de 3,5kms em revezamento.)

Você pode adquiri os ingressos pelo site da Tickets Agora.

Maratona fast run

Dica para evitar dores

Você que já sentiu aquela dor na lateral da barriga quando pratica atividade física, sabe o quanto é dolorido e acaba sendo um dos principais motivos pela desistência em correr. Segundo a professora de uma academia de Curitiba, Maria Carolina Pimenta, esse incômodo pode ser evitado de forma simples.

O principal fator é respirar sempre pelo nariz durante a corrida. É normal ouvirmos que a pessoa está respirando errado. A educadora física explica que a dor acontece quando respiramos pela boca. “Isso gera a má oxigenação do sangue no diafragma, que é o principal músculo responsável pela respiração. Quando o ritmo da corrida está intenso, o atleta não consegue suprir à quantidade de oxigênio que o diafragma necessita, ocorrendo a produção de ácido lático, que causa a dor lateral”, explica.

Pessoas que estão iniciando na atividade física ou são sedentárias têm mais chances de sentirem a dor, pois uma atividade intensa demanda mais condicionamento aeróbico. Por isso, o treino diário, ou pelo menos três vezes na semana, também é um fator que vai evitar esse incômodo, pois o condicionamento físico vai melhorar e a dor de lado não aparecerá mais.

Se a dor veio durante a corrida, é quase impossível dar continuidade ao treino. A recomendação da Carolina, então, é parar a atividade, respirar profundamente pelo nariz, enchendo bem os pulmões e soltar o ar profundamente pela boca. “Repita essa ação várias vezes até a dor passar. Isso fará com que o fluxo sanguíneo volte ao normal e você poderá dar continuidade ao exercício. E lembre-se, alimentar-se de maneira leve e saudável, principalmente antes do treino, vai permitir que o seu desempenho seja muito melhor na corrida, consequentemente, evitar que você sinta a dor”.

Data: 03/09/2018

Fonte: Bem Paraná e WebRun