BLOG

5ª Edição do Comida di Buteco revela ganhadores do concurso

Eventos Culturais

Mais de 20 bares participaram do concurso Comida di Buteco em Curitiba


Petisco do Schnaps Bar criado para o evento com ninho de purê de batata recheado com ossobuco em cubos. Foto: Eduardo Murphy / Divulgação

Schnaps Bar, no Vista Alegre, é o melhor boteco de Curitiba em 2019. É a segunda vez, seguida, que o bar ganhou o título. O resultado foi anunciado na noite desta segunda-feira (3) na cerimônia que revelou o grande vencedor do concurso 5º Comida di Buteco. Em segundo lugar ficou o Puina’s Bar, no Orleans, e em terceiro o Bar do Edmundo, no Bacacheri. A premiação foi realizada no Mercado Municipal de Curitiba e é uma etapa do concurso que ainda vai revelar o melhor do Brasil, depois que todos os vencedores regionais forem anunciados.

A 5ª edição do Comida di Buteco em Curitiba foi histórica não apenas pela efeméride: um único bar conquistou três prêmios na mesma noite. Schnaps Bar, comandado pelo trio Denise Grandal Domingues, Silmara Grandal e João Carlos Winheski levou o prêmio de melhor homenagem, melhor petisco usando a linguiça Perdigão, patrocinadora do evento, e melhor bar de Curitiba em 2019. O prato servido nessa edição foi o ninho de batata com ossobuco, linguiça recheada de provolone e ameixas enroladas no bacon e fritas. O petisco serve duas pessoas e seguirá a R$ 20 no cardápio até a conclusão da etapa nacional do concurso Comida di Buteco.

“Todas as nossas decisões de pratos são coletivas. Nesse ano pensamos: batata e carne agrada a todo mundo. Crianças, adultos, todo mundo gosta”, apostou Silmara.

Denise e Silmara estão à frente do bar há seis anos – o bar existe há dez. “É indescritível receber três prêmios na mesma noite. A gente sempre torce pra estar entre os melhores, mas nem sabíamos da existência da categoria de melhor homenagem”, comemorou Denise.
De 12 de abril a 5 de maio, o público e os jurados avaliaram 24 bares curitibanos que criaram petiscos especiais para o evento. A avaliação foi presencial e feita seguindo quatro quesitos: petisco, higiene, atendimento e temperatura da bebida.

Além de Curitiba, 20 cidades contam com o concurso totalizando 630 botecos participantes, o maior número da história da competição. Ainda falta divulgar o resultado de oito cidades para que finalmente seja conhecido quem é o melhor boteco do Brasil.
Em 2016 três anos, um bar da capital paranaense subiu ao pódio. Foi o boteco Dom Rodrigo, do bairro São Braz, que ficou em terceiro lugar nacional. Nos anos anteriores, os botecos vencedores em Curitiba foram: Baba Salim (2017) e Casa Velha (2015)

A fase é nacional ainda não teve a data divulgada. O Schnaps Bar disputa com os vencedores das outras cidades pelo prêmio de melhor petisco do Brasil. Esta foi a vigésima edição do Comida di Buteco e os petiscos tiveram o preço fixo de R$ 20 para comemorar a longevidade do concurso.

O Comida di Buteco nasceu em 2000 com apenas 10 bares em Belo Horizonte. Os estabelecimentos são selecionados pela equipe do concurso que avalia uma série de critérios, um deles é ser um bar autenticamente familiar. A participação é gratuita para os botecos.

Fonte: Gazeta do Povo