BLOG

Atitude 67 quer gravar DVD em Curitiba

Novidades

O integrante Éric Polizér, da Atitude 67, demonstrou interesse em gravar um DVD em Curitiba como retribuição pelo carinho que a banda recebe.

A banda Atitude 67, que ficou conhecida Brasil afora com a música “Cerveja de Garrafa”, lançou recentemente o segundo EP do projeto Atitude no Rolê, “Mato”. O integrante Éric Polizér aproveitou a ocasião e comentou sobre o carinho que tem por Curitiba e o interesse em gravar um DVD na cidade.

“Seria demais poder gravar um DVD na cidade. Curitiba está na nossa rota na hora das escolhas dos lugares para gravar. Uma hora vai acontecer e queremos sim fazer um registro na cidade”, adiantou o músico.

A cidade, que é a quarta que mais ouve a banda nas plataformas de streaming, tem importância para o Atitude 67 porque foi o primeiro lugar que os recebeu fora de São Paulo.

“Ficamos muito surpresos com a recepção, porque vimos que a cidade abraçou demais a banda. Depois disso, sempre fazemos questão de lançar trabalho novo e ir para Curitiba”.

Segundo Éric, a paixão da banda pela capital paranaense se estendeu para todo o Paraná.

“Tocamos em várias cidades do interior e foi sempre muito incrível. Sempre tem gente do fã-clube. Um dos poucos lugares que conseguimos tocar, no ano passado, com show drive-in, foi em Toledo, por exemplo”.

 

Foto: Divulgação/Bárbara Cotta

NOVO PROJETO

O novo projeto, Atitude no Rolê, vai ter três EPs, que formarão um DVD. A banda lançou recentemente “Mato”, o segundo EP da trilogia, que veio com uma parceria com Vitor Kley.

“O Vitor é um artista que cresceu junto com a gente. Queríamos muito um dia podermos fazer uma parceria e quando mostramos a música, ele curtiu imediatamente. Deu muito certo, sabe?”, contou Éric.

Com o novo projeto, a ideia do Atitude 67 é viajar o país, desbravando as mais variadas paisagens, belezas, estilos e sons. “Mato” veio para reconectar a banda com suas origens, pois o clipe foi gravado em Bonito, no Mato Grosso do Sul, estado dos integrantes.

O novo EP traz cinco canções e toda a essência da banda vem carregada da maturidade musical que o grupo construiu ao longo dos três anos de carreira. A ideia de trazer uma parceria diferente, conforme Éric, foi mostrar que o Atitude 67 não tem preconceito musical.

“Quanto mais pudermos trazer nomes diferentes para agregar ao nosso som, mais vamos fazer. É por isso que queremos que cada vez tenhamos parcerias inusitadas”.

Segundo o músico, por serem seis integrantes, o preconceito musical realmente fica longe da banda.

“Somos muito diferentes, com influências musicais diferentes, acabamos fazendo essa salada na hora de compor. Isso faz com que o Atitude 67 seja muito eclético mesmo”.

CONTINUIDADE DOS EPS E  DVD

Por causa da pandemia, a banda tem avaliado os próximos passos conforme o que o momento permite. Por isso, ainda não sabem a previsão de lançamento do próximo EP.

“Acreditamos que até o fim do ano tenhamos mais um EP, se tudo der certo. Além disso, estamos com muita saudade dos palcos e torcendo para que as coisas melhorem e possamos ver a galera de volta”.

Ao fim dos lançamentos, a banda planeja gravar um DVD, mas este ainda sem data para acontecer.

Fonte: G1 Paraná

Veja Também