BLOG

Exposição traz sensações por meio do toque

Novidades

A exposição “O Sentido do Olhar” de Estela Sandrini traz sensações através do toque

Estela Sandrini é uma artista curitibana com 60 anos de carreira e obras expostas no Paraná, Brasil, Estados Unidos e Argentina. Mas para sua mais nova exposição ela traz uma novidade: o tato! A exposição “O Sentido do Olhar”, aberta desde o dia 10 de julho no Museu Municipal de Arte (MUMA), em Curitiba, conta com 20 pinturas da artista, incluindo duas releituras em alto relevo. Dessa forma, pessoas com alguma deficiência visual, como baixa visão, daltonismo ou cegueira, poderão apreciar as obras por completo.

Realizada com o apoio do Programa de Apoio e Incentivo à Cultura – Fundação Cultural de Curitiba e da Prefeitura Municipal de Curitiba, a exposição – que conta com obras antigas e atuais – foi pensada para ser diferente de todas as outras exposições de pinturas feitas em Curitiba. “Quero uma exposição para cegos”, pediu Sandrini aos organizadores Andréia Andrade Rocha e André Barroso da Veiga.

O pedido foi pessoal para Estela. Desde a década de 1990 começou a perder parcialmente a visão e, hoje, possui somente 5% do total. “Me adaptei. Hoje tenho compreensão maior sobre tudo o que passei”, afirma a artista, frisando que continuou pintando desde então. Muitas das obras em exposição foram pintadas já nesse período como uma pessoa com baixa visão – inclusive, uma delas foi finalizada durante a pandemia.

Para ajudar o público, o local contará com o uso da tecnologia: serão disponibilizados áudio descrições, em um aplicativo com QR code. Além disso, duas telas foram refeitas pelo designer Vivaldo Vieira Neto através da Tecnologia Assistiva, desenvolvida pela pesquisadora e professora da UFPR, Sandra Marchi. Essa é uma técnica que usa o relevo para transportar para o tato as formas e cores das pinturas originais.

Foto: Divulgação

ESTELA SANDRINI

Estela Sandrini, ou Teca, como é conhecida pelos amigos, produziu obras em várias linguagens: desenho, pintura, gravura e até escultura. Suas pinturas detalham o cotidiano através de objetos, como cadeiras, talheres, travesseiros e gavetas.

Nascida em Curitiba em 1944, se formou pela Escola de Música e Belas Artes do Paraná (EMBAP) em 1967. Nos anos seguintes, fez estágios na Argentina e nos Estados Unidos. De volta ao Brasil, lecionou na EMBAP durante a década de 1990 e, de 2011 a 2017, foi diretora do Museu Oscar Niemeyer, em Curitiba, aproximando o público com algum tipo de deficiência visual e de baixa visão com as artes plásticas.

Mais informações podem ser encontradas na página do Instagram da exposição O Sentido do Olhar.

SERVIÇO

Exposição “O Sentido do Olhar”, de Estela Sandrini

Quando: de 10 de julho a 10 de outubro

Horário: Seg à dom l 09hs às 17hs

Onde: Museu Municipal de Arte (MUMA)

Endereço: Av. República Argentina, 3430

Fone: (41) 3329-2801

Veja Também