BLOG

Pinhais reforça sinalização na Rota da Cerveja Artesanal

Aos redores de Curitiba

Novas placas de sinalização turística da Rota da Cerveja Artesanal foram instaladas em Pinhais para reforçar a atividade cervejeira na cidade

Novas placas de sinalização turística da Rota da Cerveja foram instaladas em Pinhais, região metropolitana de Curitiba, com o objetivo de fortalecer ainda mais a atividade da cerveja artesanal da cidade. Segundo a prefeitura, as placas de sinalização são importantes para orientar os turistas e intensificar o fluxo de pessoas na região.

De acordo com a turismóloga do Departamento de Eventos e Turismo (Detur), Fabiana Moraes Miguel, 24 placas foram instaladas em pontos estratégicos do município. “Elas geram curiosidade, auxiliam os visitantes e organizam a atividade turística”, explicou. Ainda segundo ela, as placas foram elaboradas pelo Detur e Departamento de Comunicação e Cerimonial e instaladas pelas equipes da Secretaria de Obras Públicas.

“Os recursos utilizados são provenientes do Fundo Municipal de Turismo, e foram destinadas para este fim após votação e aprovação dos membros do Conselho Municipal de Turismo. A principal função da confecção desse tipo de sinalização é o fortalecimento e a divulgação da Rota da Cerveja Artesanal de Pinhais”, completa Fabiana Moraes.

ROTA DA CERVEJA

A Rota da Cerveja Artesanal de Pinhais foi criada em 14 de junho de 2017, por meio da lei nº 1834, para incentivar a produção local de cerveja artesanal, por meio de micro cervejarias. A iniciativa busca difundir a cultura milenar de produção de cerveja artesanal, em fortalecimentos ao turismo regional.

Segundo a prefeitura, além disso, a ideia estimula a comercialização de cervejas artesanais, produzidas a nível local, mediante a promoção de eventos de cunho cultural e turístico e promove atividades de produção e comercialização voltadas à geração de emprego e renda.

Para mais informações acesse o site da prefeitura de Pinhais.

Telefones de contato: (41) 3912-5634 e (41) 98888-4889 (WhatsApp)

 

Fonte: Tribuna do Paraná

Veja Também